Conheça nossos estudos:

Baixar agora

 “Intel Freeway to the Future” Study

Baixar agora

Establishing the Internal Service Provider 

 

A global study of CIO pressures and priorities

Baixar agora

 Supply Chain e o Impacto da Impressora 3D

Baixar agora

Um panorama sobre a maturidade da TIC corporativa brasileira
Baixar agora

 Muito mais do que uma tendência tecnológica, o advento das SmartCities - ou Cidades Inteligentes - representa “revolução histórica na maneira como as cidades são construídas e gerenciadas”, conforme descreveu Anthony Towsend em seu livro “Smart Cities”.

Baixar agora

 

The advent of the Fourth Industrial Revolution is leading us into a period of great transformation. Infosys believes that the technologies that surround us will alter all aspects of life. We believe that through education there is an unassailable opportunity to prepare everyone for such a change. This, coupled with our human instinct to learn and apply creative thought, means we can adapt and overcome any future transition in our everyday lives.
Baixar agora

 O conceito da jornada da transformação digital está ganhando substância. Os executivos estão cada

vez mais envolvidos e conscientes de que o futuro e a vantagem competitiva das suas empresas estão
no mundo digital. Já entendem que ficar para trás nesta corrida é perder competitividade e, pior, colocar
em risco a sua própria sobrevivência empresarial. Já percebem que a transformação digital não é
um fim em si mesma, mas uma reação à demanda dos consumidores que já vivem em um mundo
digital e que esperam que sua relação com fornecedores, como lojas, bancos, governo ou seguradoras,
acompanhem esse movimento. A Capgemini vem estudando e ajudando as empresas a realizar
a transformação dos negócios pela revolução digital. Fruto dessa experiência e de um profundo
estudo de três anos, realizado pela empresa e o MIT, em 2014, foi a publicação do llivro “Leading
Digital”, publicado pela Harvard Business Press. O livro demonstra claramente que as empresas precisam
construir capacidades e lideranças preparadas para enfrentar o turbilhão das transformações que
já estão acontecendo. O cenário de negócios está cada vez mais complexo, incerto, volátil e ambíguo
e sem a devida maturidade digital, o risco de sobrevivência empresarial diminui sensivelmente.
Baixar agora

 FinTech - Hype or Disruption?

Baixar agora

 Brasil se consolida como 4º maior mercado de TI-Telecom do mundo.

Baixar agora

 

Manual indica a forma mais segura para uso das redes de internet


 

Manual indica a forma mais segura para uso das redes de internet 2

Com o objetivo de preparar a população para o uso adequado das redes sociais, em especial na questão segurança, a Comissão de Direito Eletrônico e Crimes de Alta Tecnologia da OAB SP, presidida por Coriolano A. de Almeida Camargo, lança este mês a cartilha “Recomendações e boas práticas para o uso seguro das redes sociais por toda a família”. Prefaciada pelo presidente Marcos da Costa, a publicação traz dicas e dados importantes para usuários de todas as idades. 

“A cartilha será propagada pelos meios eletrônicos para escolas, empresas e demais instituições, como Fiesp e Fecomercio, para que chegue ao conhecimento dos usuários de toda a sociedade”, disse Camargo, acrescentando: “Lançamos uma publicação em 2011 que alcançou os mais diversos organismos, inclusive sendo disseminada em portais governamentais”.

Leia a cartilha "Recomendações e boas práticas para o uso seguro das redes sociais por toda a família"

Ele explica que a edição de 2015 traz inúmeras novidades que vão ao encontro do novo Marco Civil da Internet, que aguarda regulamentação. “Como bem escreveu Marcos da Costa no preâmbulo, a publicação se adianta a regulamentação do Marco Civil da Internet, observando que, além de despertar a consciência, evite comportamentos inadequados que possam promover preconceito, discriminação, intolerância e ódio.” 

Além de ensinar a configurar de forma apropriada os perfis no Facebook, Youtube, Google, Instagram, Twitter, entre outros meios eletrônicos de comunicação, é possível conferir algumas das linguagens utilizadas pelos usuários. Existe a seção “Você sabia” com informações de pesquisas feitas em vários países, apontando, por exemplo, que os brasileiros são os que passam mais tempo nas redes sociais, com uma média de 13,8 horas mensais, num universo de 1 bilhão de pessoas no mundo que se utilizam desse meio e comunicação.

Um dos dados preocupantes é que 38% das crianças e adolescentes entre 11 e 17 anos de idade adicionaram como amigos nas redes sociais. “Os pais precisam ficar atentos ao histórico de navegação dos computadores utilizados por seus filhos”, informa o presidente da Comissão. O manual, com 44 páginas, aponta ainda a idade mínima para uso de cada rede social. A maioria, como Facebook, por exemplo, é permitida somente para crianças acima dos 13 anos. 

Os Snapchat (mensagem autodestrutivas, que duram poucos segundos) e o Whats App são abordados. Na questão privacidade, a publicação demonstra como configurar todas as redes sociais. Em dicas de segurança há informações de como os bandidos se utilizam dos meios eletrônicos para promover ações criminosas. A cartilha trata também da liberdade de expressão e até informa que muitos recrutadores de profissionais fazem uso das redes para contratar ou dispensar os serviços de determinados candidatos.

 Fonte: http://www.oabsp.org.br/noticias/2015/06/manual-indica-a-forma-mais-segura-para-uso-das-redes-de-internet-1.10163

 

Baixar agora

Relatório Technology Vision é produzido anualmente pela companhia e estabelece mudanças críticas na
forma como trabalhamos e vivemos, graças à ampliação e consolidação do universal digital
 
Baixar agora

 PromonLogicalis - Uma nova perspectiva de Serviços para TI

 

 

Baixar agora


  • Notícias
  • Brasscom na Mídia
  • Associados na Mídia
  • Eventos
< Voltar

NEWSLETTER

Cadastre abaixo seu nome e seu e-mail para receber a newsletter da Brasscom.

E-mail cadastrado com sucesso!