Américo Bernardes participou da abertura da Campus Party Brasília, que acontece até domingo (18) no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Mais de 40 mil pessoas devem passar pelo evento, que tem conexão de internet fornecida pela Telebras.

 

A criação de uma infraestrutura de banda larga de qualidade é fundamental para a construção do conhecimento e o desenvolvimento do país. A afirmação é do diretor de Inclusão Digital do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Américo Bernardes, que participou nesta quarta-feira (14) da abertura da Campus Party Brasília. "Estar aqui representa estar perto daquilo que é o sinal mais evidente da importância da ciência, tecnologia e inovação neste país. Entendemos que a infraestrutura de comunicações é o elemento fundamental para a construção e apropriação do conhecimento", afirmou.

 

A Campus Party traz até domingo (18) para o Centro de Convenções Ulysses Guimarães mais de 250 horas de programação, que incluem palestras com especialistas nacionais e internacionais sobre ciência, internet, empreendedorismo, além de exposições de tecnologia e workshops. São esperados mais de 40 mil visitantes e 4 mil campuseiros, como são chamados os participantes que acampam no local do evento. Quem passar pela Campus Party também pode utilizar a conexão de 20 Gbps fornecida pela Telebras.

 

Para o diretor técnico-operacional da empresa, Jarbas Valente, o Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC) pode ser uma das atrações para a próxima edição do evento, realizado na capital da Bahia daqui a dois meses. "Quem sabe em agosto, em Salvador, já poderemos testar algumas aplicações com nosso satélite. Vamos estar com ele começando a estar operacional a partir desse mês e poderemos ter condições de desenvolver alguns testes", destacou.

 

Já o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, exaltou a capacidade que a tecnologia tem de trazer inovação e desenvolvimento. Há dez anos no Brasil, essa é a primeira vez que a Campus Party é feita na  capital federal. "Quando eu estive em São Paulo, em janeiro de 2016, eu vi que o evento era a cara de Brasília, uma cidade que nós queremos empreendedora, inovadora, em que todos os recursos tecnológicos sejam utilizados para construir uma cidade melhor e um país melhor", disse.

 

- 19/06/2017


Assessoria de Imprensa

Luély Vaz Barbosa
(11) 3524-7900
comunicacao@brasscom.org.br

NEWSLETTER

Cadastre abaixo seu nome e seu e-mail para receber a newsletter da Brasscom.

E-mail cadastrado com sucesso!